quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Fazendo as Malas - Tour por SP Parte 1 - Socorro

Muita gente estranhou quando eu e Lucas falamos que íamos ficar 15 dias viajando de carro pelo interior de São Paulo. Convenhamos, não é um destino turístico muito comum... Principalmente para dois cariocas! Mas tudo tem explicação nessa vida. Ou melhor, explicações:
1 - eu não gosto de descartar destinos. Acho que (quase) todo lugar tem algo legal para mostrar, uma história interessante para contar, uma paisagem bonita para fotografar;
2 - eu li essa matéria aqui e fiquei com vontade de conhecer Socorro. Aí sabe como é, né? Já que a gente vai até Socorro, pq não ir até Ribeirão Preto (onde mora a minha família por parte de pai)? E pq não aproveitar para passar pela capital e encontrar alguns amigos? E pq não fazer pequenas paradas pelo caminho descobrindo outras coisas?

Aí a gente foi se programando aos poucos e, quando viu, davam 2 semanas pelo estado de São Paulo! Botamos o pé na estrada um dia depois da final da Copa e, por conta disso, no primeiro dia de viagem encontramos a Dutra com mais carros argentinos do que brasileiros. Era facil notar a presença dos hermanos, que estavam com o farol ligado mesmo 11 horas da manhã.


Pé na estrada e mão no volante!
Nossa primeira parada foi para almoçar e, já acostumados com o Graal, resolvemos dar uma chance ao Frango Assado. Péssima ideia... Além de não terem pelo menos uns 3 itens do menu, quando escolhemos o frango assado do chefe (não lembro ao certo o nome, mas era algo assim) ele chegou muito ruim. E olha, ruim mesmo pq pro Lucas achar ruim é pq é MUITO ruim!

Conseguimos fugir da chuva a viagem inteira!
Seguimos o nosso caminho e, depois de um total de 6 horas de viagem, chegamos em Socorro! Ficamos hospedados na Pousada da Cascata, um lugar simples e bem bonito. Apesar de não ter wifi (nem sinal de celular) e da entrada ser praticamente um rally (prepare-se para fazer umas manobras bem radicais com o carro), achei que o preço compensou.

Estávamos cansados, então deitamos um pouco e mais tarde fomos até o centro da cidade. A maioria dos lugares estavam fechados, afinal, era uma segunda-feira, mas encontramos o Jota Bar aberto. Pedimos o chopp local, o Ecobier, e uma batata do Jota, que estava deliciosa!

Dá para ver que estava boa, né?
Depois retornamos para a pousada, sabendo que o dia seguinte seria repleto de atividades diurnas!