quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Hoje é Dia de Ska, Bebê - Redescobrindo os Bosstones

O formato digital para músicas é realmente excelente. Até acho legal ouvir discos, é um clima diferente. Mas para o dia a dia não tem nada como apertar um botãozinho no computador ou celular e poder ouvir o artista que quiser, e em excelente qualidade, diga-se de passagem. Tem uma tecnologia, no entanto, que eu demorei a abraçar por pura preguiça. Há pouco tempo comecei a usar o Spotify. A música por streaming mudou a minha vida, me permitiu reencontrar bandas que eu adorava mas nem lembrava que existiam. Uma dessas foi o Mighty Mighty Bosstones!


Fui apresentado a eles na época do ensino médio pelo meu querido amigo punk. A primeira que ouvi foi "Everybody's Better", um ska leve e gostosinho, bom pra sacudir a cabeça no contratempo. Aliás, falando em ska, antes dos Bosstones eu nunca tinha ouvido nada desse estilo que não estivesse na trilha sonora do jogo do Tony Hawk.

Daí pra virar fã foi um pulo. Eles são demais! São uma daquelas bandas com mil integrantes, sabe? O Dicky Barrett grita muito bem, as músicas são empolgantes e tem letras ótimas e ainda tem os metais, que fazem toda a diferença. Mas a característica mais legal é o Bosstone. "O que ele faz?", vocês se perguntam. Ele dança! 

Ben Carr, além de Bosstone, é produtor da banda e faz backing vocal!
Gostou? Então ajuda a trazer eles pro Brasil pelo Queremos!